Dano moral por paraplegia deve ser maior do que em caso de morte


Faz sentido este decião do STJ que aumento o dano moral de R$ 40.000 para R$ 250.000 no caso de um cidadão Catarinense que ficou paraplégico em um acidente de transito. É até obvio para o leigo que o dano psicológico para a vitima de um acidente de transito que fica paraplégico é bem superior do que no caso da morte da vitima. A morte de um parente é algo que a gente após algum tempo supera, mas em caso de invalidez temos que lidar com isso diariamente. Ou como a ministra Nancy Andrighi diz: “Não há como negar o impacto psicológico e a dor íntima que pode causar para um pai de família, saudável e ativo, a constatação de ver-se preso a uma cadeira de rodas pelo resto de sua vida, demandando cuidados exclusivos e permanentes. (…) A morte de nossos pais, de nossos irmãos, por mais dolorida que seja, por mais que deixe sequelas para sempre, não é, ao menos necessariamente, tão limitadora quanto a abrupta perda de todos os movimentos, capacidade sexual e controle sobre as funções urinárias e intestinais”

Anúncios
Esse post foi publicado em Dano Moral, Direito Civil e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s